terça-feira, 11 de agosto de 2009

Tantas causas, tantas lutas!

Ambiente - Era preciso que os países signatários dos acordos internacionais cumprissem com eles; e mesmo assim, porque são mínimos, não salvariam o planeta das destruições que já sofreu. O abate da Amazónia e a desflorestação na Ásia é uma calamidade catastrófica. A poluição pelos combustíveis sujos traz o desastre para o pé das nossas portas. Quantos avisos, quanta indiferença! As energias alternativas? Só e quando são, ou forem, um grande negócio para os capitalistas. Os governos? Privatizam e prometem…
As guerras – Quem termina a guerra que iniciou no Médio Oriente? Que autoridade moral tem quem a continua? Porque não cumprem com os acordos razoáveis, sempre adiados, para o problema da Palestina? Que andam a fazer certas potências na guerra sangrenta da Somália? Porque é que o Sudão é uma orgia de sangue? Quem atiça, quem se aproveita? E o Congo de fabulosas riquezas minerais? Que tem andado lá a fazer a França? Porque se acusa apenas o tribalismo após séculos de colonização e escravatura? É a África um continente perdido, pelo qual ninguém quer saber, ou foi e continua a ser alvo de cobiça, e a corrupção dos chefes políticos o principal estratagema?
A economia financeira – Porque ninguém fala das multinacionais que tudo governam e aproveitam a crise que criaram para se concentrarem e re-partilharem os recursos do planeta? Que poder detêm os governos sobre elas?
Que podemos fazer nós, meros peões, indivíduos atomizados, de classes sociais fragmentadas, atemorizados pelo desemprego, manietados pelo trabalho precário e, portanto, ameaçado?
Um planeta em perigo, uma humanidade escrava, uma minoria opulenta, um bando de bandidos a governarem o mundo.

2 comentários:

Meg disse...

Podemos tentar mas não podemos fazer nada. Ou quase nada, já que a dimensão do caos é tamanha!
Subscrevo, impotente, as tuas palavras, cada uma...

Bjo

Méon, disse...

Perspectivas sombrias...
O Homem é mesmo "bicho do homem" e não há "classes" virtuosas e "classes" de esperança?Quando os explorados vencem os exploradores, não se tornam exploradores de outros?
Ter esperança em quê?

Só uma realidade parece aceitável: a necessidade de lutar por qualquer coisa que melhore o negrume em que a humanidade mergulhou...


Templo dórico, Viagem à Sicília, Agosto 2009

Templo grego clássico da Concórdia

Templo grego clássico da Concórdia
Viagem à Sicília

Teatro greco-romano

Teatro greco-romano
Viagem à Sicília

Pupis

Pupis
Viagem à Sicília Agosto 2009

Viagem à Polónia

Viagem à Polónia
Auschwitz: nele pereceram 4 milhôes de judeus. Depois dos nazis os genocídios continuaram por outras formas.

Viagem à Polónia

Viagem à Polónia
Auschwitz, Campo de extermínio. Memória do Mal Absoluto.

Forum Romano

Forum Romano
Viagem a Roma, 2009

Roma - Castelo de S. Ângelo

Roma - Castelo de S. Ângelo
Viagem a Roma,2009

Roma-Vaticano

Roma-Vaticano

Roma-Fonte Trévis

Roma-Fonte Trévis
Viagem a Roma,2009

Coliseu de Roma

Coliseu de Roma
Viagem a Roma, Maio 2009

Vaticano-Igreja de S.Pedro

Vaticano-Igreja de S.Pedro

Grécia

Grécia
Acrópole

Grécia

Grécia
Acrópole

Viagem à Grécia

Viagem à Grécia

NOSTALGIA

NOSTALGIA

CLAUSTROFOBIA

CLAUSTROFOBIA