terça-feira, 14 de julho de 2009

Da Filosofia

1.Como ensinar Filosofia a quem não quer?
2.Como ensinar mal a filosofia?
3.O ensino da filosofia é para contrariar aquilo que os ouvintes querem, e não para dizer aquilo que eles querem ouvir. Esta tarefa é dos políticos.
4.A tarefa de repetir somente aquilo que os ouvintes já acreditam, não é a do filósofo, mas do padre ou do agitador político.
5.O professor de filosofia não filosofa sozinho, convoca o filosofar dos outros.
6.Quando ensina claramente o filosofar, então ele filosofa.
7.Não é filósofo somente aquele que publica um livro de filosofia, mas igualmente aquele que sabe ler, interpretar e controverter.
8.Não é necessário possuir um sistema original para se ser filósofo. Isto compete aos grandes e apenas no caso em que o sistema é inovador. Aos demais compete compreender e refutar.
9.O método dos filósofos é a análise, a síntese, a argumentação. Quando se alheia das práticas sociais, perde o fio da meada.
10.Racionalizar tudo é a ambição da filosofia. Trazer tudo ao pensamento.
11.Os filósofos não se limitam a perguntar «O que é?»; respondem sobretudo. A boa filosofia avalia-se pelas boas respostas a boas perguntas. «O Ser é?», nem sequer é uma boa pergunta.
12.A filosofia não é uma tarefa inútil. Poucas coisas são mais úteis do que a filosofia. O que é próprio da filosofia é precisamente examinar o que quer que seja a utilidade.
13.A admiração contemplativa não gera a filosofia: a fonte mais fecunda é a contradição.
14.Quando uma ideologia é muito hegemónica, até os seus adversários pensam e falam a sua linguagem.
15.Na realidade, não são as «massas» que dominam, são determinadas minorias que as dominam e elas consentem ou não. Nesse caso cada indivíduo singular de uma grande «massa», personifica a maioria.
16.A filosofia é uma actividade intelectual. Contudo, não são unicamente os intelectuais que produzem ideias. O ideólogo trabalha com ideias, sem que isso o converta necessariamente num filósofo.
17.Um operário letrado interpreta o mundo à sua maneira e é provável que o queira transformar.
18.O filósofo mais sublime de todos foi Benedito Espinosa. Era polidor de lentes. Um outro formidável filósofo foi Aristóteles: achou natural e existência de escravos.
19.Filósofo algum escapa ao contexto da sua vida pessoal e do mundo em que vive. É de ambas as coisas que o seu pensamento se alimenta. Não lhe é proibido pensar para além do seu mundo (quantos o fizeram!) mas, ainda assim, é no seu mundo que pensa.

Sem comentários:


Templo dórico, Viagem à Sicília, Agosto 2009

Templo grego clássico da Concórdia

Templo grego clássico da Concórdia
Viagem à Sicília

Teatro greco-romano

Teatro greco-romano
Viagem à Sicília

Pupis

Pupis
Viagem à Sicília Agosto 2009

Viagem à Polónia

Viagem à Polónia
Auschwitz: nele pereceram 4 milhôes de judeus. Depois dos nazis os genocídios continuaram por outras formas.

Viagem à Polónia

Viagem à Polónia
Auschwitz, Campo de extermínio. Memória do Mal Absoluto.

Forum Romano

Forum Romano
Viagem a Roma, 2009

Roma - Castelo de S. Ângelo

Roma - Castelo de S. Ângelo
Viagem a Roma,2009

Roma-Vaticano

Roma-Vaticano

Roma-Fonte Trévis

Roma-Fonte Trévis
Viagem a Roma,2009

Coliseu de Roma

Coliseu de Roma
Viagem a Roma, Maio 2009

Vaticano-Igreja de S.Pedro

Vaticano-Igreja de S.Pedro

Grécia

Grécia
Acrópole

Grécia

Grécia
Acrópole

Viagem à Grécia

Viagem à Grécia

NOSTALGIA

NOSTALGIA

CLAUSTROFOBIA

CLAUSTROFOBIA